Do Minas Tênis Clube ao Mercado Central

Um passeio pela gastronomia de Belo Horizonte


Este roteiro começa no bairro Lourdes, um dos mais sofisticados de Belo Horizonte.

O ponto de partida é a esquina das ruas Felipe dos Santos e Espírito Santo, em frente à entrada do Minas Tênis Clube.

Siga pela rua Felipe dos Santos até a esquina da rua Rio de Janeiro e vire à direita. Nesta rua você encontrará algumas lojas de marcas famosas e prédios residenciais de alto luxo. Observe o cuidado com os jardins, a arborização.

bar-do-lopes-imagem-destaqueDesça a rua Rio de Janeiro até a esquina da rua Antônio Aleixo, onde fica o famoso Bar do Lopes, fundado em 1963. O estabelecimento honra a fama de Belo Horizonte, conhecida como a “Capital Mundial dos Botecos”. Foi várias vezes premiado em concursos gastronômicos, inclusive o concorrido “Comida de Buteco”.

praça marilia dirceu publicarVire à esquerda na rua Antônio Aleixo e siga até a rua Curitiba, onde fica a Praça Marília de Dirceu. É uma pequena praça cercada de prédios residenciais de alto luxo e comércio variado. Destaque para a Pastelaria Marília de Dirceu, fundada em 1992, que oferece diversas opções de pastéis. Imperdível!

Depois de forrar o estômago, siga pela rua Curitiba até a rua Tomás Gonzaga. Você está em um dos points noturnos de BH. São diversos bares e restaurantes situados na esquina e ao longo da rua Curitiba. Para quem gosta de agito.

Vire à direita na rua Tomás Gonzaga e siga até a rua Rio de Janeiro. Observe o requinte dos prédios residenciais, as poucas casas que restaram.

tip top2 publicarAgora vire à esquerda e continue pela Rio de Janeiro. Atravesse as ruas Alvarenga Peixoto e Gonçalves Dias e você chegará ao Tip-Top. Fundado em 1929 por um casal de imigrantes da República Checa, é um dos bares mais antigos de BH.

Depois de conhecer este patrimônio da cidade, volte à esquina da Gonçalves Dias, tome fôlego e suba em direção à avenida Bias Fortes. Cruze a avenida e a rua Espírito Santo e tome novamente a rua Gonçalves dias.

centro arte popular publicarÀ esquerda, no meio do quarteirão, uma construção da década de 20 totalmente remodelada abriga o Centro de Arte Popular – CEMIG, uma espaço aberto a manifestações artísticas populares.

Um pouco acima, do outro lado da rua, em um prédio que remete aos anos 60, encontra-se o Belas Artes Liberdade, espaço cultural dedicado à sétima arte, com 3 salas de cinema, o bem bolado Café Belas Artes e uma pequena livraria.

casa rua bernardo g com bahia foto rodrigo eyer cabralSaindo do Belas Artes Liberdade, tome a rua da Bahia à esquerda. Na esquina com a rua Bernardo Guimarães você verá uma das mais antigas construções de Belo Horizonte. De acordo com Alessandro Borsagli (ver blog), trata-se de um sobrado em estilo eclético construído pelo engenheiro italiano Carlos Antonini para sua residência, no ano de 1898 (foto: Rodrigo Eyer Cabral). Isso mesmo, no ano de 1898, apenas um ano após a inauguração da capital.

igreja lourdes2Um pouco abaixo, no mesmo quarteirão, encontra-se a Basílica de Lourdes. A construção, em estilo neogótico, é da década de 20. Destaque para o belíssimo órgão de tubos, um dos poucos existentes em BH.

academia2Continue descendo a rua da Bahia e depois da rua Aimorés, à esquerda, você verá uma construção moderna ao lado de um casarão antigo. É a sede da Academia Mineira de Letras.

Na esquina com a rua Timbiras, também à esquerda, outro casarão antigo. Este imóvel, que abriga hoje o Café Cultura Bar, é um dos poucos sobreviventes da época da construção da capital.

Continue em frente, atravesse a avenida Álvares Cabral e tome a rua Guajajaras. No número 505 deste quarteirão está uma das livrarias mais emblemáticas de BH, a Livraria Van Damme, fundada em 1966. Dê uma passada por lá e confira. O próprio dono costuma atender os clientes e indicar as melhores opções de livros e revistas.

villa werneckNo próximo quarteirão da Guajajaras, no número 619, um verdadeiro oásis em pleno centro da cidade. É a Villa Werneck, uma espécie de condomínio fechado de moradias onde se preserva o clima de cidade do interior.

minascentro2Continue descendo a Guajajaras, cruze as ruas São Paulo e Curitiba e observe, do lado direito, uma bela construção em estilo neoclássico. Trata-se do Minascentro, espaço multiuso destinado a feiras, exposições e outros grandes eventos. Para chegar à entrada principal, siga pela rua Guajajaras até a esquina da avenida Bias Fortes, vire à direita na rua Santa Catarina e novamente à direita na avenida Augusto de Lima.

Este quarteirão foi totalmente remodelado para receber o grande fluxo de turistas que acorre à região. Observe, agora em toda sua imponência, o prédio do Minascentro, construído na década de 20 do século passado, com seu espelho d’água e seus belos jardins.

mercado central2Em frente ao Minascentro, um dos pontos turísticos mais visitados de BH, o Mercado Central. São mais de 400 lojas que oferecem de produtos alimentícios a artigos religiosos, de condimentos a animais de estimação, sem contar os inúmeros bares e restaurantes onde se pode apreciar os pratos típicos da culinária mineira.

Aqui termina o nosso roteiro. Se você quiser esticar um pouco mais, vá até a Praça Raul Soares, ponto de convergência de 4 grandes avenidas: Amazonas, Augusto de Lima, Bias Fortes e Olegário Maciel. Fica pertinho do Mercado Central.

Compartilhe!